Curiosidades: Conheça cursos que já foram disponibilizados pelo Pronatec

Vagas que já foram abertas em 18 novos cursos no DF

O Distrito Federal comemorou mais uma conquista para a educação. O Pronatec (Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego) do Governo do Distrito Federal ofertou gratuitamente mais 18 cursos novos para o mês de setembro, totalizando 688 vagas.

pronatec

A gerência dos cursos está a cargo da Secretaria de Desenvolvimento Social e Transferência de Renda (Sedest).

Esses novos cursos possuíam como principal público-alvo estudantes inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal e que recebiam o benefício do Bolsa Família.

Entre os cursos que possuíam vagas disponíveis, estavam: manobrista de veículo de passeio, cambista de sistema de telecomunicações, auxiliar administrativo, agente de limpeza em aeronaves, cabeleireiro e eletricista.

As instituições responsáveis por fornecer os cursos tinham reconhecimento nacional, entre elas estacam o Senat, Instituto Federal de Brasília, Senac e Senai. Estima-se que até final do ano 2 mil vagas foram abertas.

Criado em 2011 pelo Governo Federal, o Pronatec surgiu com o intuito de ampliar a disponibilidade de cursos de educação tecnológica e profissional. Desde 2012, a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social e Transferência de Renda (Sedest) forneceu mais de 10 mil vagas em cursos de Formação Inicial e Continuada, ambos com carga mínima de 160 horas.

No Distrito Federal, havia ainda demais modalidades de Pronatec, entre eles estavam os oferecidos por ministérios e pelas Secretarias de Educação, da Criança, do Trabalho e do Turismo. Porém, especificamente neste programa ofertado pela Sedest, o público-alvo se detinham aos beneficiários do Bolsa Família.

Atualmente, cerca de 80% do público atendido pela Sedest compreende mulheres, afinal, são as que mais procuram o Centro de Referência de Assistência Social para atendimento.

Vagas que já foram abertas em cursos do Pronatec em Palmas (TO)

Ilustrador, Serígrafo e Artesão de Biojoias, essas foram algumas das oportunidades com inscrições abertas no Pronatec.

No total foram disponibilizadas 97 vagas distribuídas nos três cursos.

Os interessados compareceram e se inscreveram na Diretoria de Arte e Cultura da Seduc das 8h às 12h ou das 14h às 18h. Foi necessário apresentar originais e cópias dos seguintes documentos: RG, CPF, comprovante de residência, de escolaridade, além do comprovante de abertura de uma conta na Caixa Econômica Federal, necessária para o recebimento da Assistência Estudantil. Todos os candidatos precisam ter no mínimo 16 anos. Além do material didático os alunos receberam assistência estudantil no valor de R$ 2 por hora/aula.

Os cursos foram realizados pelos Ministérios da Cultura e da Educação, em parceria com a Secretaria de Estado da Educação e Cultura (Seduc).

O programa teve por finalidade desenvolver e ampliar a formação profissional de jovens através da capacitação profissional dos mesmos, garantindo maior capacidade de concorrência no mercado de trabalho, dessa forma é incentivada a qualificação, aumento da empregabilidade para os trabalhadores da cultura e o acesso à renda no mercado de trabalho.

Foram ofertadas 45 vagas para Ilustrador, divididas em duas turmas, uma a ser realizada na parte da tarde e outra à noite. Já para Serígrafo foram 22 vagas na parte da manhã. E por fim, para Artesão em Biojoia, 30 vagas também distribuídas em duas turmas, uma a ser realizada na parte da tarde e outra à noite.

Os 10 piores alimentos para o ser humano

Olá gente!

Eu estava fuçando a internet e dei de cara com uma lista dos piores alimentos que as pessoas podem consumir! Alguns deles eu já imaginava, outros me surpreenderam. A lista foi feita pela nutricionista Michelle Buratti e vocês podem conferir agora:

bolo10º lugar: Sorvete

Podemos optar pelas versões light e mais levinhas como o Super Slim X, já que as versões tradicionais tem muita gordura trans, açúcar e ainda uma quantidade enorme de corantes e conservantes.

9º lugar: Salgadinho de milho

A maioria desses salgadinhos é frita em óleo, ou seja, são cheios de gorduras negativas. Além disse, causam grandes flutuações de açúcar no sangue.

8º lugar: Pizza

Claro que isso depende do sabor e da massa da pizza, no geral as piores são aquelas congeladas que só servem pra prejudicar a saúde. Na dúvida, vai na pizzaria mesmo!

7º lugar: Batatas fritas

Esse dispensa comentários, né.

6º lugar: Salgadinhos de Batata

O mesmo das batatas fritas, só que com um bônus: alguns deles ainda possuem acrilamida, substância considerada cancerígena.

5º lugar: Bacon

O consumo exagerado pode aumentar o risco de doenças cardíacas, obesidade, diabetes e ainda dificultar o trabalho pulmonar.

4º lugar: Cachorro quente

O consumo exagerado de salsicha e outras carnes processadas(como o bacon) pode aumentar em 67% o risco de câncer no pâncreas, segundo estudo americano.

3º lugar: Donuts

Cerca de 40% da composição das rosquinhas fritas é de gorduras trans, o pior tipo de gordura que você pode ingerir. Precisa falar mais nada, né?

2º e 1º lugares: Refrigerante e refrigerante diet

São os piores alimentos de todos os tempos, possuem muito açúcar, muitos conservantes, corantes. Além de tudo são muito ácidos, podendo irritar a mucosa do estômago e danificar o esmalte dos dentes.

A versão diet é ainda pior porque tem um adoçante chamado aspartame, apontado por vários estudos como responsável por várias doenças e sintomas entre elas dores de cabeça, compulsão alimentar, insônia e hiperatividade.

Ou seja, procure fazer uma detox inteligente e ingerir cada vez menos refrigerantes independente de serem light ou diet, não pense nas calorias, mas sim na sua saúde! Invista em água, água de côco e sucos naturais.

Claro que você não precisa passar o restooo da vida sem comer esses alimentos, mas é bom pensar na saúde e ter cuidado com a frequência, né?

Espero que tenham gostado, beijo!

Fontes e imagens: google e coletivo verde

Veja também:

 

Como emagrecer – Desvendando o segredo

Apresentação Meu nome é Yoshimata Nakano, 27 anos, paulistana, filha de japoneses, casada e mãe de 2 filhos. Nunca fui uma mulher magra, na minha juventude com a altura de 1,57m meu peso ficava em torno de 55~58kg.

Com a gravidez engordei e tive um peso máximo de 75kg. Depois de seguir inúmeras dietas, desde comprar aparelhos de ginástica até tomar suplementos que diziam emagrecer em pouco tempo, “caí na real” e desvendando o segredo percebi que emagrecer não era tão fácil como diziam as propagandas.

Acumulei vários apetrechos de ginástica ao longo desses anos que luto para voltar a ter um corpo mais magro: aparelho abdominal, esteira ergométrica, bicicleta ergométrica, aparelhos de step, faixa elástica, pesos, calça modeladora… tanta coisa que me empolgaram de início, mas que com o tempo acabavam me enjoando e ficando em um canto da casa juntando poeira.

Como não conseguia me empolgar com os exercícios, talvez pela falta de tempo (cuidar de casa, trabalhar fora e ainda cuidar de filhos pequenos) muitas vezes recorria à esses milagres, que no final das contas, nunca chegaram a dar resultados!Você também já deve ter passado por alguma dessas experiências e pode imaginar a situação.

Com o passar dos anos, o amadurecimento e as experiências adquiridas, passei a acreditar, finalmente, que somente com a Reeducação Alimentar e a prática constante de exercícios é que conseguimos realmente emagrecer de verdade e manter a nossa saúde em dia.Tenho certeza que muitas pessoas sabem disso também, então me pergunto:

Por que apesar de todos esses conhecimentos as pessoas ainda insistem em recorrer aos milagres para emagrecer?

Acredito que sejam inúmeras as respostas para esta pergunta e me arrisco a dar algumas: preguiça, falta de dinheiro para frequentar uma academia ou simplesmente por não ter o costume de se exercitar.

Eu já me “curei” disso e não gasto mais nenhum centavo com aparelho nenhum. Hoje voltei a usar os aparelhos que tenho em casa pois aprendi a ter gosto em me exercitar. Procuro fazer caminhadas sempre que posso com duração mínima de 1h e me arrisco até a dar uma corridinha, volto para casa super suada e feliz por conseguir cumprir esse ritual, outra coisa legal foi fazer um Plano detox completo, onde consegui me desintoxicar

Quando não consigo ir para a rua, uso a esteira ou dou uma pedalada na bicicleta. Hoje acredito, que é isso que vai me proporcionar a saúde que quero para o resto de minha vida.Morei 7 anos no Japão e uma coisa que me impressionou, à primeira vista, foi o povo na rua. A maioria das pessoas são magras.

O que consideramos normal aqui no Brasil, lá é considerado obeso. Pra você ter uma idéia: quando era solteira fui fazer o checkup obrigatório que as firmas exigem: na época pesava 55kg e me sentia super bem para os meus 1,57m.

correndo na estrada

Quando a médica viu a minha ficha me aconselhou dizendo que era para eu me cuidar mais, pois para os meus 1,57m eu deveria estar com o peso em torno dos 50kg. Fiquei chocada! O padrão de saúde lá é bem diferente daqui.

Lá o belo é o magro!

Por isso, são muitos os programas de dieta e saúde na TV. Vários produtos são lançados a todo momento e tudo acaba virando “uma febre”. Um exemplo foi a Dieta da Banana, foi tanto alvoroço na época que as bananas sumiram das prateleiras dos mercados! Acabaram virando produto raro!

Eu também experimentei e cheguei a emagrecer quase 2kg em apenas 10dias!O povo japonês, em geral, se alimenta bem. Aprendi com eles a gostar de soja, arroz integral, iogurtes, chás, algas marinhas...Foram 7 anos adquirindo nova cultura e aprendendo a valorizar o corpo e a mente. Um pouco desta experiência eu repasso aos meus leitores do blog Dieta sob Controle. Quem me acompanha no blog sabe da minha preocupação com a Saúde acima de tudo.O padrão de beleza brasileiro é diferente do padrão japonês.

Lá o belo é o corpo magro. Aqui não é bem assim, as curvas nos lugares certos é que fazem sucesso nas mulheres. Me impressionou o número de acessos ao blog quando postei o artigo “Cintura definida – sonho de toda mulher”. Tenho um total de quase 300 comentários neste post (até o momento em que escrevo este artigo).

Os comentários eram tantos que resolvi fazer uma coletânea de mais exercícios específicos para a cintura e presentear os meus leitores. Foi quando lancei o primeiro eBook com o título “Afinando a Cintura com Exercícios Simples e Eficazes”.

A procura por exercícios específicos para a cintura foi, e continua muito grande, já são mais de 20.000 downloads do eBook até o momento!

Veja aqui alguns depoimentos das minhas amigas do DSC

Leia: http://www.sarah-hebert.com/o-segredo-por-tras-do-segredo-pdf/

Economia diferença entre riqueza e valor

Economia   diferença entre riqueza e valor

“Riqueza é o conjunto de bens de que o homem efetiva e realmente pode dispor para fins econômicos”, nestas palavras de Adam Smith, percebemos que o termo riqueza está relacionado ao conceito de posse.

Em nossa sociedade de consumo atual, um indivíduo rico é aquele que possui muitos bens e dinheiro.

ciencia econmomicaNa ciência econômica,e como citado no TCC sem drama: riqueza pode ser considerada como qualquer bem que seja útil à pessoa, uma bota ou um relógio, por exemplo, seria uma riqueza

Em nossa sociedade o ter confunde-se com o sentido de ser, para participar e atuar na sociedade é necessário ter poder de compra.

Aquele que não gera riqueza e não consome está à margem da sociedade e de uma vida plena , portanto não vivemos num Estado somente de pleno direito, mas num Estado agregado ao consumo.

A posse e o nível de poder de compra hierarquiza as relações sociais. Um bem para ser considerado como riqueza, precisa ser útil e a utilidade do mesmo é percebida quando possui a capacidade de satisfazer as necessidades e desejos do indivíduo.

O valor é o que o “bem” irá proporcionar ao indivíduo, o valor mede a utilidade econômica do mesmo; o consumidor valoriza a sua tv pelos momentos de informação e entretenimento que o equipamento transmite.

Leia abaixo designações básicas de tipos e teorias de valor:

  • Valor de uso : É o nível de uso que um bem ou serviço tem no uso pessoal e cotidiano da pessoa, por exemplo, usar um terno sob medida.
  • Valor de troca : É o nível que um bem alcança, sendo de importância baixa ou considerável. A pessoa pode trocar um carro pelo outro, mas não irá trocar uma fotografia de família por outro objeto.
  • Teoria de valor trabalho : O valor de um bem é determinado pelo trabalho e tempo gasto para produzí-lo.
  • Teoria de valor utilidade : O valor de um bem é nivelado pela utilidade que o mesmo oferece, o que é subjetivo, pois varia conforme a percepção de cada um.“Economia & Mercados”
  • Introdução à economia e ai MKT – Sérgio Guimarães – ed.Ática

Artigo publicado por Jose Patricio em 22/08/2016 15:07:00. Os textos aqui publicados são de responsabilidade de seus autores.

Visite: http://www.oqueeisso.blog.br/tcc-sem-dramas/

Caprichando no look

Uma boa maquiagem faz a diferença sim. O inverno ainda está longe, mas as novas cores e produtos já estão chegando às lojas. Escolha um tom mais escuro de sombra, um batom diferente e até uma base hidratante para proteger a sua pele dos efeitos do frio. A estação pede um visual mais elaborado e você pode seguir vários estilos para ficar ainda mais bonita.

Visual moderno e colorido

O maquiador oficial da Natura, Marcos Costa, conta que as cores e texturas fortes estarão em alta neste outono-inverno. Ele acredita que o rosa, finalmente ganhará as ruas. “Isso é ótimo, pois esse tom cai muito bem na boca da mulher brasileira”, observa. Outra novidade para esta temporada são as lentes de contato coloridas.
Que também o visual marcado pelo uso do lápis e do delineador. O efeito do contraste pode ser utilizado sem medo de errar. “A regra é simples: se os olhos estão maquiados com cores fortes, use um tom de batom mais claro, e vice-versa.”

Para as mulheres que preferem maquiagem mais sutil, Marcos Costa reforça que o básico continua valendo. “Opte simplesmente por uma base, máscara para cílios, lápis para o contorno dos olhos – que também pode ser usado como sombra – e gloss”. Querendo um pouco mais de sofisticação, a dica é usar um blush em para dar um efeito luminoso à pele junto às lentes de contato coloridas.

Visual natural

A maquiadora Cris Narvaes acredita que a maquiagem deve ser suave, mesmo no inverno, por isso tratar da pele é essencial. “Indico sempre as bases com tratamentos específicos e filtro solar. Uma pele uniforme é a base de qualquer maquiagem.” Ela também elege o gloss transparente como item indispensável para a mulher: “Fica bem sempre”.

Neste inverno, a pele é neutra e o blush aparece para iluminar o rosto com tons de pêssego e coral. Nos olhos, sombras em tons de rosa pink e cintilante. Seguindo uma linha mais rock-n-roll, o azul celeste e o preto marcam as pálpebras superiores. Para a boca, o básico vermelho continua e aparecem vários tons de rosa e salmão. Para finalizar várias camadas de rímel preto, curvex e um leve pó facial.

Olhos marcantes

O maquiador oficial da MAC, Philipe Chancel, acredita que os olhos são o foco da maquiagem. Para este inverno, ele aposta nos tons escuros de azul e o preto para marcar o olhar. “Para contrastar com o azul intenso dos olhos eu uso apenas um hidratante labial transparente. É uma maquiagem simples, mas com um ótimo efeito”, explica. Para dar um toque final, lentes de contato coloridas caem muito bem.

Para uma pele mais uniforme ele indica o uso de uma base cremosa hidratante e um corretivo mais claro em baixo dos olhos. Já quem prefere uma maquiagem mais tradicional, o blush com efeito brilhante pode dar um ar mais moderno.

Veja alguns itens essenciais para este inverno:

* base hidratante
* lápis preto ou azul
* blush pêssego ou coral
* batom cor de boca ou vinho escuro
* gloss incolor
* sombras em tons de rosa cintilante

Como proteger seu patrimônio enquanto estiver viajando

É super comum acontecer de muita gente planejar viagens de férias no período de final de ano e só voltar algumas semanas depois. Porém, sempre há perguntas e preocupações sobre como vai ficar o lar no período em que não tiver ninguém nele. Será que vai acontecer alguma coisa? Será que pode haver um arrombamento? Entre tantos outros pensamentos que rodeiam muitos proprietários ou inquilinos.

Pesquisas afirmam que em São Paulo, roubos em residências costumam crescer 20% no período entre dezembro e janeiro, segundo o profissional especializado em condomínios Amilton, pois os ladrões sabem que não há ninguém dentro delas e fica mais fácil para fazer a ação. Porém, você pode adotar algumas medidas preventivas para tentar proteger seu patrimônio.

Inicialmente devemos falar sobre os cuidados estruturais. Simples medidas como fechar todos os registros de água e gás, e também tirar equipamentos elétricos da tomada pode evitar muita dor de cabeça com imprevistos como vazamentos.

Mantenha sigilo sobre a sua ausência temporária. Só avise vizinhos de longa data e que você confia sobre a data de saída e volta. E peça com gentileza para eles verificarem periodicamente como está o local, observar se veículos estranhos rondam pela rua e também retirar correspondências da sua caixa de correio para não demonstrar que não tem a presença de ninguém na residência. Você também pode deixar uma chave reserva com eles, pois se acontecer qualquer problema eles terão acesso. E se houver indício de roubo em casas na sua região, oriente-os para ligarem imediatamente para o telefone da polícia. Separamos um material que poderá orientá-lo melhor neste caso:

Você também pode optar em fazer a instalação de alarmes de monitoramento e segurança. Os alarmes têm como objetivo verificar qualquer movimento suspeito dentro da sua residência e ativar um barulho alto de aviso. Algumas empresas deste tipo de equipamento ao detectarem por mensagem este sinal, comunicam imediatamente à polícia. Muitos bandidos reparam se existe lâmpadas de luz acesas durante grande parte do dia, pois as pessoas costumam deixar elas ativadas para tentar mostrar que há gente dentro do imóvel no período noturno, segundo informação fornecida pela Guarda Municipal. Você não deve fazer isso, pois não funciona muito bem e ainda economiza na conta de energia. O que você pode fazer se ainda quiser optar por este método é instalar lâmpadas que tenham sensores de luminosidade. E ainda você pode programar o horário de ativação e desligamento. Exemplo: liga às 7 da noite e desliga às 10 horas e trinta minutos da noite.
Evite deixar objetos de valor armazenados dentro do seu lar como jóias ou grandes quantias de dinheiro. Neste caso prefira deixá-los guardados nos cofres de bancos que você é cliente. Se você adquiriu um lar com jardim por meio de uma imobiliária em fazenda rio grande, planeje desembolsar um valor para contratar alguém para cuidar dele, evitando assim a impressão dele estar largado e sem atenção. Outra dica essencial para não dedar que você viajou é não colocar os cadeados virados para o lado da sua, pois isso demonstra que o local está todo fechado e sem ninguém. Tente escondê-los de alguma forma por dentro.

A importância do vidro

Em ciência dos materiais o vidro é um elemento sólido e sem forma definida que apresenta temperatura de alteração vítrea (é a transição reversível em materiais amorfos entre um estado duro e relativamente rígido e um estado mole e “borrachoso” (como um líquido de ultra-alta viscosidade). No cotidiano, o termo se refere a um material de cerâmica translúcido frequentemente adquirido com o esfriamento de uma massa líquida à base de areia.

Na sua maneira pura, o vidro é um óxido metálico super esfriado transparente, de grande aspereza, basicamente inerte e biologicamente inativo, que pode ser criado com superfícies bastante lisas e impermeáveis. Estas características desejáveis levam a um grande algarismo de aplicações. Entretanto, o vidro frequentemente é rúptil, quebra-se com facilidade. O vidro comum se obtém por fusão por volta de 1.250 °C de bióxido de silício, (SiO2), carbonato de sódio (Na2CO3) e carbonato de cálcio (CaCO3).

 

A história

Os povos que disputam o pioneirismo da invenção do vidro são os egípcios e os fenícios, segundo a Enciclopédia Trópico:

“Os fenícios contam que ao voltarem à pátria, do Egito, pararam às margens do Rio Belus, e pousaram sacos que traziam às costas, que estavam cheios de natrão (carbonato de sódio natural, que eles usavam para tingir lã). Acenderam o fogo com lenha, e empregaram os pedaços mais grossos de natrão para neles apoiar os vasos onde deviam cozer animais caçados. Comeram e deitaram-se, adormeceram e deixaram o fogo aceso. Quando acordaram, em lugar das pedras de natrão encontraram blocos brilhantes e transparentes, que pareciam enormes pedras preciosas. Um deles, o sábio Zelu, chefe da caravana, percebeu que sob os blocos de natrão, a areia também desaparecera. Os fogos foram reacesos, e durante a tarde, uma esteira de liquido rubro e fumegante escorreu das cinzas. Antes que a areia incandescente se solidificasse, Zelu plasmou, com uma faca aquele líquido e com ele formou uma empola tão maravilhosa que arrancou gritos de espanto dos mercadores fenícios. O vidro estava descoberto.”

Esta versão é considerada uma lenda. Notícias mais confiáveis, relatam que o vidro surgiu pelo menos 4.000 anos A.C., entretanto, acredita-se que os egípcios começaram a moldar o vidro em 1.400 A. C., dedicando-se, principalmente, a produção de pequenos objetos artísticos e decorações. Muitas vezes eram confundidos com belas pedra preciosas. Sua decomposição é de 4000 anos. A cada 1000 kg de vidro leva-se 1300 kg de areia.

Uso do vidro nas construções

Ele está presente em todos lugares que olhamos, seja em janelas ou fachadas de residências, prédios, condomínios, hotéis, hospitais, universidades, o vidro se tornou primordial em nossas vidas. Claramente sabemos que uma das principais vantagens deste material é a acetato, que permite a chegada de brilho nos ambientes.

No entanto nos últimos anos, um estudo mais profundo sobre esse material tem causado descobertas de novas tecnologias, que proporcionam mais vantagens essenciais para a construção. Dessa maneira, reflexão, barreira para a chegada de calor, resistência a impactos, plástica, entre outros, estão entre os benefícios que esse produto proporciona. Com o passar do tempo, o vidro se tornou um material muito utilizado em todos os tipos de construções humanas. Versátil, resistente e estético, o vidro está em inúmeros prédios, casas e demais obras. Muro de vidro, janelas, portas, coberturas entre outras finalidades

Estética é uma das causas que tornam o vidro um material a ser adotado na construção civil. Nos dias de hoje, possuímos ao nossa dispor vários tipos de vidros, que atendem uma ou mais situações, dependendo das demandas do projeto. Ele vem sendo muito empregado para a fecundação de divisórias, escadas, coberturas, conserva corpos, material e esquadrias de alumínio, para saber mais clique aqui.

O vidro em maior parte é composto por areia, calcário, barrilha, alumina, corantes e descorantes. Em vista disso, muitas formas são possíveis de realizar com esse material. A partir de itens decorativos, a peças para usos na construção civil. Há vários tipos de vidros no mercado, alguns mais usuais, específicos, com custos e tempos de construção bem diverso.

O muro de vidro é uma das tendências da construção civil, peça que chegou de repente e está sendo cada vez mais usada. A facilidade de obter o item e a beleza que a blindagem dá ao visual do lar são pontos que favorecem o consumo desse modelo de cerca, porém também há várias dúvidas que giram em redor do assunto.