Saiba como funciona a Tele Sena

A Tele Sena é um título de capitalização de Pagamento Único, conhecido também com (PU), foi lançado em novembro de 1991 pela Liderança Capitalização S/A.

O consumidor adquire o produto em casas lotéricas ou em agências dos correios por apenas R$ 10,00 e após um ano o consumidor pode resgatar 50% do valor com juros e correção monetária, ou pode acrescentar um pouco mais e trocar por uma nova Tele Sena que esteja em vigor.

Após adquirir a Tele Sena, você concorre a seis formas de premiação:

Mais pontos: Você tem um quadro com 25 dezenas, se você marcar mais pontos você pode ganhar até um milhão de reais em dinheiro. Quando houver mais de um ganhador o prêmio será divido entre eles em partes iguais.

Menos pontos: Fora como o Mais Pontos, porém esse você tem que marcar menos pontos, você pode ganhar até R$ 500 mil reais marcando menos pontos. Quando houver mais de um ganhador o prêmio será divido entre eles em partes iguais.

Ganhe Já: Conhecido também como prêmio instantâneo, nele o consumidor raspa as pelicuras protetoras e se tiver a frase premiada, você ganha o respectivo prêmio citado.

Prêmio Todo dia: Toda Tele Sena tem um “número da sorte” com esse número você concorre a R$ 20 mil reais diariamente.

Tele Sena Completa: Acertando todos os números da sua cartela você pode ganhar até R$ 700 mil reais. Vale lembrar que quando houver mais de um vencedor o prêmio será dividido entre eles em partes iguais.

Prêmio Casa: Um ano após a compra da Tele Sena de Mães, o consumidor ainda concorre ao prêmio de uma casa de R$500 mil reais.

Neste final de semana acontecerá o último sorteio da Tele Sena de Mães, anda dá tempo de garantir a sua Tele Sena. Não perca tempo! Garanta a sua em uma lotérica ou uma agência dos correios mais próxima.

Curiosidades: Conheça cursos que já foram disponibilizados pelo Pronatec

Vagas que já foram abertas em 18 novos cursos no DF

O Distrito Federal comemorou mais uma conquista para a educação. O Pronatec (Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego) do Governo do Distrito Federal ofertou gratuitamente mais 18 cursos novos para o mês de setembro, totalizando 688 vagas.

pronatec

A gerência dos cursos está a cargo da Secretaria de Desenvolvimento Social e Transferência de Renda (Sedest).

Esses novos cursos possuíam como principal público-alvo estudantes inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal e que recebiam o benefício do Bolsa Família.

Entre os cursos que possuíam vagas disponíveis, estavam: manobrista de veículo de passeio, cambista de sistema de telecomunicações, auxiliar administrativo, agente de limpeza em aeronaves, cabeleireiro e eletricista.

As instituições responsáveis por fornecer os cursos tinham reconhecimento nacional, entre elas estacam o Senat, Instituto Federal de Brasília, Senac e Senai. Estima-se que até final do ano 2 mil vagas foram abertas.

Criado em 2011 pelo Governo Federal, o Pronatec surgiu com o intuito de ampliar a disponibilidade de cursos de educação tecnológica e profissional. Desde 2012, a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social e Transferência de Renda (Sedest) forneceu mais de 10 mil vagas em cursos de Formação Inicial e Continuada, ambos com carga mínima de 160 horas.

No Distrito Federal, havia ainda demais modalidades de Pronatec, entre eles estavam os oferecidos por ministérios e pelas Secretarias de Educação, da Criança, do Trabalho e do Turismo. Porém, especificamente neste programa ofertado pela Sedest, o público-alvo se detinham aos beneficiários do Bolsa Família.

Atualmente, cerca de 80% do público atendido pela Sedest compreende mulheres, afinal, são as que mais procuram o Centro de Referência de Assistência Social para atendimento.

Vagas que já foram abertas em cursos do Pronatec em Palmas (TO)

Ilustrador, Serígrafo e Artesão de Biojoias, essas foram algumas das oportunidades com inscrições abertas no Pronatec.

No total foram disponibilizadas 97 vagas distribuídas nos três cursos.

Os interessados compareceram e se inscreveram na Diretoria de Arte e Cultura da Seduc das 8h às 12h ou das 14h às 18h. Foi necessário apresentar originais e cópias dos seguintes documentos: RG, CPF, comprovante de residência, de escolaridade, além do comprovante de abertura de uma conta na Caixa Econômica Federal, necessária para o recebimento da Assistência Estudantil. Todos os candidatos precisam ter no mínimo 16 anos. Além do material didático os alunos receberam assistência estudantil no valor de R$ 2 por hora/aula.

Os cursos foram realizados pelos Ministérios da Cultura e da Educação, em parceria com a Secretaria de Estado da Educação e Cultura (Seduc).

O programa teve por finalidade desenvolver e ampliar a formação profissional de jovens através da capacitação profissional dos mesmos, garantindo maior capacidade de concorrência no mercado de trabalho, dessa forma é incentivada a qualificação, aumento da empregabilidade para os trabalhadores da cultura e o acesso à renda no mercado de trabalho.

Foram ofertadas 45 vagas para Ilustrador, divididas em duas turmas, uma a ser realizada na parte da tarde e outra à noite. Já para Serígrafo foram 22 vagas na parte da manhã. E por fim, para Artesão em Biojoia, 30 vagas também distribuídas em duas turmas, uma a ser realizada na parte da tarde e outra à noite.