Os 10 piores alimentos para o ser humano

Olá gente!

Eu estava fuçando a internet e dei de cara com uma lista dos piores alimentos que as pessoas podem consumir! Alguns deles eu já imaginava, outros me surpreenderam. A lista foi feita pela nutricionista Michelle Buratti e vocês podem conferir agora:

bolo10º lugar: Sorvete

Podemos optar pelas versões light e mais levinhas como o Super Slim X, já que as versões tradicionais tem muita gordura trans, açúcar e ainda uma quantidade enorme de corantes e conservantes.

9º lugar: Salgadinho de milho

A maioria desses salgadinhos é frita em óleo, ou seja, são cheios de gorduras negativas. Além disse, causam grandes flutuações de açúcar no sangue.

8º lugar: Pizza

Claro que isso depende do sabor e da massa da pizza, no geral as piores são aquelas congeladas que só servem pra prejudicar a saúde. Na dúvida, vai na pizzaria mesmo!

7º lugar: Batatas fritas

Esse dispensa comentários, né.

6º lugar: Salgadinhos de Batata

O mesmo das batatas fritas, só que com um bônus: alguns deles ainda possuem acrilamida, substância considerada cancerígena.

5º lugar: Bacon

O consumo exagerado pode aumentar o risco de doenças cardíacas, obesidade, diabetes e ainda dificultar o trabalho pulmonar.

4º lugar: Cachorro quente

O consumo exagerado de salsicha e outras carnes processadas(como o bacon) pode aumentar em 67% o risco de câncer no pâncreas, segundo estudo americano.

3º lugar: Donuts

Cerca de 40% da composição das rosquinhas fritas é de gorduras trans, o pior tipo de gordura que você pode ingerir. Precisa falar mais nada, né?

2º e 1º lugares: Refrigerante e refrigerante diet

São os piores alimentos de todos os tempos, possuem muito açúcar, muitos conservantes, corantes. Além de tudo são muito ácidos, podendo irritar a mucosa do estômago e danificar o esmalte dos dentes.

A versão diet é ainda pior porque tem um adoçante chamado aspartame, apontado por vários estudos como responsável por várias doenças e sintomas entre elas dores de cabeça, compulsão alimentar, insônia e hiperatividade.

Ou seja, procure fazer uma detox inteligente e ingerir cada vez menos refrigerantes independente de serem light ou diet, não pense nas calorias, mas sim na sua saúde! Invista em água, água de côco e sucos naturais.

Claro que você não precisa passar o restooo da vida sem comer esses alimentos, mas é bom pensar na saúde e ter cuidado com a frequência, né?

Espero que tenham gostado, beijo!

Fontes e imagens: google e coletivo verde

Veja também:

 

Como emagrecer – Desvendando o segredo

Apresentação Meu nome é Yoshimata Nakano, 27 anos, paulistana, filha de japoneses, casada e mãe de 2 filhos. Nunca fui uma mulher magra, na minha juventude com a altura de 1,57m meu peso ficava em torno de 55~58kg.

Com a gravidez engordei e tive um peso máximo de 75kg. Depois de seguir inúmeras dietas, desde comprar aparelhos de ginástica até tomar suplementos que diziam emagrecer em pouco tempo, “caí na real” e desvendando o segredo percebi que emagrecer não era tão fácil como diziam as propagandas.

Acumulei vários apetrechos de ginástica ao longo desses anos que luto para voltar a ter um corpo mais magro: aparelho abdominal, esteira ergométrica, bicicleta ergométrica, aparelhos de step, faixa elástica, pesos, calça modeladora… tanta coisa que me empolgaram de início, mas que com o tempo acabavam me enjoando e ficando em um canto da casa juntando poeira.

Como não conseguia me empolgar com os exercícios, talvez pela falta de tempo (cuidar de casa, trabalhar fora e ainda cuidar de filhos pequenos) muitas vezes recorria à esses milagres, que no final das contas, nunca chegaram a dar resultados!Você também já deve ter passado por alguma dessas experiências e pode imaginar a situação.

Com o passar dos anos, o amadurecimento e as experiências adquiridas, passei a acreditar, finalmente, que somente com a Reeducação Alimentar e a prática constante de exercícios é que conseguimos realmente emagrecer de verdade e manter a nossa saúde em dia.Tenho certeza que muitas pessoas sabem disso também, então me pergunto:

Por que apesar de todos esses conhecimentos as pessoas ainda insistem em recorrer aos milagres para emagrecer?

Acredito que sejam inúmeras as respostas para esta pergunta e me arrisco a dar algumas: preguiça, falta de dinheiro para frequentar uma academia ou simplesmente por não ter o costume de se exercitar.

Eu já me “curei” disso e não gasto mais nenhum centavo com aparelho nenhum. Hoje voltei a usar os aparelhos que tenho em casa pois aprendi a ter gosto em me exercitar. Procuro fazer caminhadas sempre que posso com duração mínima de 1h e me arrisco até a dar uma corridinha, volto para casa super suada e feliz por conseguir cumprir esse ritual, outra coisa legal foi fazer um Plano detox completo, onde consegui me desintoxicar

Quando não consigo ir para a rua, uso a esteira ou dou uma pedalada na bicicleta. Hoje acredito, que é isso que vai me proporcionar a saúde que quero para o resto de minha vida.Morei 7 anos no Japão e uma coisa que me impressionou, à primeira vista, foi o povo na rua. A maioria das pessoas são magras.

O que consideramos normal aqui no Brasil, lá é considerado obeso. Pra você ter uma idéia: quando era solteira fui fazer o checkup obrigatório que as firmas exigem: na época pesava 55kg e me sentia super bem para os meus 1,57m.

correndo na estrada

Quando a médica viu a minha ficha me aconselhou dizendo que era para eu me cuidar mais, pois para os meus 1,57m eu deveria estar com o peso em torno dos 50kg. Fiquei chocada! O padrão de saúde lá é bem diferente daqui.

Lá o belo é o magro!

Por isso, são muitos os programas de dieta e saúde na TV. Vários produtos são lançados a todo momento e tudo acaba virando “uma febre”. Um exemplo foi a Dieta da Banana, foi tanto alvoroço na época que as bananas sumiram das prateleiras dos mercados! Acabaram virando produto raro!

Eu também experimentei e cheguei a emagrecer quase 2kg em apenas 10dias!O povo japonês, em geral, se alimenta bem. Aprendi com eles a gostar de soja, arroz integral, iogurtes, chás, algas marinhas...Foram 7 anos adquirindo nova cultura e aprendendo a valorizar o corpo e a mente. Um pouco desta experiência eu repasso aos meus leitores do blog Dieta sob Controle. Quem me acompanha no blog sabe da minha preocupação com a Saúde acima de tudo.O padrão de beleza brasileiro é diferente do padrão japonês.

Lá o belo é o corpo magro. Aqui não é bem assim, as curvas nos lugares certos é que fazem sucesso nas mulheres. Me impressionou o número de acessos ao blog quando postei o artigo “Cintura definida – sonho de toda mulher”. Tenho um total de quase 300 comentários neste post (até o momento em que escrevo este artigo).

Os comentários eram tantos que resolvi fazer uma coletânea de mais exercícios específicos para a cintura e presentear os meus leitores. Foi quando lancei o primeiro eBook com o título “Afinando a Cintura com Exercícios Simples e Eficazes”.

A procura por exercícios específicos para a cintura foi, e continua muito grande, já são mais de 20.000 downloads do eBook até o momento!

Veja aqui alguns depoimentos das minhas amigas do DSC

Leia: http://www.sarah-hebert.com/o-segredo-por-tras-do-segredo-pdf/

Economia diferença entre riqueza e valor

Economia   diferença entre riqueza e valor

“Riqueza é o conjunto de bens de que o homem efetiva e realmente pode dispor para fins econômicos”, nestas palavras de Adam Smith, percebemos que o termo riqueza está relacionado ao conceito de posse.

Em nossa sociedade de consumo atual, um indivíduo rico é aquele que possui muitos bens e dinheiro.

ciencia econmomicaNa ciência econômica,e como citado no TCC sem drama: riqueza pode ser considerada como qualquer bem que seja útil à pessoa, uma bota ou um relógio, por exemplo, seria uma riqueza

Em nossa sociedade o ter confunde-se com o sentido de ser, para participar e atuar na sociedade é necessário ter poder de compra.

Aquele que não gera riqueza e não consome está à margem da sociedade e de uma vida plena , portanto não vivemos num Estado somente de pleno direito, mas num Estado agregado ao consumo.

A posse e o nível de poder de compra hierarquiza as relações sociais. Um bem para ser considerado como riqueza, precisa ser útil e a utilidade do mesmo é percebida quando possui a capacidade de satisfazer as necessidades e desejos do indivíduo.

O valor é o que o “bem” irá proporcionar ao indivíduo, o valor mede a utilidade econômica do mesmo; o consumidor valoriza a sua tv pelos momentos de informação e entretenimento que o equipamento transmite.

Leia abaixo designações básicas de tipos e teorias de valor:

  • Valor de uso : É o nível de uso que um bem ou serviço tem no uso pessoal e cotidiano da pessoa, por exemplo, usar um terno sob medida.
  • Valor de troca : É o nível que um bem alcança, sendo de importância baixa ou considerável. A pessoa pode trocar um carro pelo outro, mas não irá trocar uma fotografia de família por outro objeto.
  • Teoria de valor trabalho : O valor de um bem é determinado pelo trabalho e tempo gasto para produzí-lo.
  • Teoria de valor utilidade : O valor de um bem é nivelado pela utilidade que o mesmo oferece, o que é subjetivo, pois varia conforme a percepção de cada um.“Economia & Mercados”
  • Introdução à economia e ai MKT – Sérgio Guimarães – ed.Ática

Artigo publicado por Jose Patricio em 22/08/2016 15:07:00. Os textos aqui publicados são de responsabilidade de seus autores.

Visite: http://www.oqueeisso.blog.br/tcc-sem-dramas/